Copyright 2018 - Secundária Infanta D. Maria

Escola Secundária Infanta D. Maria

Fachada da Escola

UMA ESCOLA COM PASSADO

Pelo Decreto 4650 de 14 de Julho de 1918 foi criado o então Liceu Feminino de Coimbra que iniciou as actividades lectivas em 19 de Fevereiro do ano seguinte (1919), num edifício que ainda hoje existe: a casa nº111 da Avenida Sá da Bandeira. Nesse mesmo ano, decidiu o Governo, pelo Decreto 5096 de 13 de Janeiro, “distinguir com designação própria os vários estabelecimentos de ensino” e “atribuir a esses estabelecimentos nomes de grandes individualidades, cuja lembrança constitua para os educandos perene sugestão de virtudes cívicas e morais e o reconhecimento de sólidos valores intelectuais”. O Liceu Feminino de Coimbra passou então a designar-se por Liceu Nacional Infanta D. Maria.

Do nº111 da Avenida Sá da Bandeira passou o Liceu a ocupar as instalações da antiga Quinta da Rainha (área ocupada hoje pelo Instituto Maternal), indo mais tarde para o Colégio de S. Bento, aos Arcos do Jardim, edifício onde hoje se encontra instalado o Instituto de Antropologia.

Antigamente...

Só em 1 de Outubro de 1948 encontrou casa própria: as actuais instalações na Rua Infanta D. Maria, ao tempo uma zona praticamente deserta, conhecida, entre as alunas, pelo “deserto do Sahara”.

Em 1975 o Liceu, até então feminino, passou a ser misto e mudou a sua designação para ESCOLA SECUNDÁRIA INFANTA D. MARIA.

De 1975 a 1981, a escola ocupou ainda as instalações do então Estádio Municipal, sendo aí leccionadas treze Turmas (7º, 8º e 9º anos).

Em 1998 foram comemorados os 50 anos do actual edifício da Escola tendo sido feita uma medalha alusiva dessa efeméride cuja autoria pertence a Luís Pereira, antigo aluno desta Escola.

UMA ESCOLA NO PRESENTE (2013/14)

A Escola funciona nos dois turnos.

ALUNOS:

De dia a escola é frequentada por 1001 alunos (12-12-2013).

Apenas 202 alunos provêm de áreas de residência exteriores à cidade.

PROFESSORES:

87 dos quais 51 pertencem ao Quadro da escola.


FUNCIONÁRIOS:

  • Técnicos superiores (Psicóloga e Assistente Social): 2;
  • Assistentes Técnicos: 9;
  • Assistentes Operacionais: 26.
 

GABINETES DE APOIO:

Para além do apoio específico/especializado dado pelas Técnicas Superiores, em gabinetes próprios, na Escola funciona ainda o apoio a alunos com Necessidades Educativas Especiais, assegurado por duas professoras de Apoio Educativo.

Gabinete de Mediação de Conflitos

Gabinete de Informação e Aopio ao Aluno

ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES:

Entre as várias actividades a funcionar na Escola, dá-se particular relevo a:

  • PESES;
  • Desporto Escolar;
  • Participação em Olimpíadas;
  • Projecto Bibliotecas Escolares/Centro de Recursos;
  • Clube de Inglês/Alemão;
  • Clube de Francês;
  • Clube de Jornalismo;
  • Clube de Rádio;
  • Sala de Estudo;
  • Múltiplas actividades da responsabilidade dos Departamentos, inseridas no Plano Anual de Actividades da Escola.